A AENA, empresa aeroportuária de Espanha, registou no ano passado a perda de -8.1% passageiros e -10.4% de movimentos.

O país vizinho teve menos 16 milhões de passageiros, facto traduzível nas rotas com Portugal. O mercado ibérico desceu -4.9%, isto é,  menos 140 mil passageiros do que em 2008. As companhias regulares diminuíram -3.1% (82 mil) e as charter -30,9% (57 mil) em voos charter.

easyjet[1]A TAP, Iberia, Vueling, Air Berlin perderam cota de mercado. Em contra-ciclo estiveram a Air Nostrum. Air Europa e as duas maiores low cost europeias. Em 2009, a Ryanair subiu 27.2% (67 mil) e transportou 313.9 mil passageiros. A easyJet sobe 71.1% (70,2 mil) e contabiliza 168.9 mil passageiros.