Abrir a base de Monte Real ao tráfego aéreo civil poderá ser uma realidade caso se investiam 17 milhões de euros, noticia o Público. A pista militar está a ser avaliada para dar suporte da Portela, mas a hipótese de ser a escolhida é escassa.

Autarcas e empresários da região Centro e Oeste do país têm em mãos um estudo que estima em 17 milhões de euros o investimento necessário para abrir Monte Real ao tráfego aéreo comercial. A empresa que o realizou – Vasco da Cunha, Estudos e Projetos – salienta que o investimento é metade do efetuado em Beja.

Os investimentos a serem feitos passam pela compra de alguns terrenos para a construção de acesso às pistas e um edifício terminal de passageiros, bem como para alguns arranjos exteriores.

A solução avançada pelo estudo aponta para a procura de investimento privado. É sugerido que a região Centro, liderada pela Câmara Municipal de Leiria, avance para a constituição de um fundo imobiliário.