A presidente da Câmara de Ponta Delgada, Berta Cabral, renovou o debate sobre a aviação low cost nos Açores.

Em cerimónia de apresentação de cumprimentos ao senador de Rhode Island, Daniel da Ponte, afirmou não ter “nenhum problema na vinda das companhias low cost para os Açores”. Considera que se as mesmas “acharem que têm condições para virem para os Açores não devemos impedir que isso aconteça”.

“Mais do que low-cost, os Açores precisam de tarifas mais baratas. O que queremos é o resultado final, ou seja, mais baratas para os Açores”, concluiu.

A autarca colocou a questão tanto nos voos para o continente como para os Estados Unidos e Canadá.

A possibilidade dos Açores receberem aviação low cost tem sido debatida nos mais recentes anos. Com apenas duas operadoras a voar para o arquipélago, o interesse de empresários hoteleiros e de habitantes focou-se na abertura da ligação a novas operadoras. Por outro lado, há quem aponte a falta de interesse de companhias de baixa tarifa em voarem para o arquipélago.