A easyJet emprega mais de 310 pessoas a nível nacional já ultrapassou a fasquia dos 5.4 milhões de passageiros transportados e espera ultrapassar os 6 milhões em 2017.

“Este verão é sempre uma incógnita, pela positiva, uma vez que Portugal tem sido um mercado extremamente desejado por toda a Europa, como destino alternativo. Mas temos de continuar a apostar para atrair não só os city breakers às nossas cidades. Ao contrário do que às vezes pensamos, Portugal ainda é um ilustre desconhecido nesta Europa e ainda temos muito trabalho a fazer e muito potencial para continuar a crescer no futuro“, refere José Lopes, diretor comercial da easyJet ao periodico online ECO.