Na quinta-feira, dia 1 de junho, a tripulação de um voo da Transavia evitou no Porto a colisão com um drone que se posicionava a 450 metros de altitude.

O Boeing 737-800 estava a 3.5 km da pista quando visualizou um drone que o obrigou a fazer manobras.