A Ryanair passa a realizar Assistência em Escala em nome próprio em Portugal a partir durante 2016. A companhia aérea e a Portway não chegaram a acordo para o prolongamento de vínculo em Faro, o que desencadeou também o cancelamento do acordo no Porto e em Lisboa.

As operações “self handling” da Ryanair em Faro iniciam-se em fins de março de 2016. No Porto a companhia vai realizar de assistência em escala próprias em junho e ainda este ano em Lisboa.

A Ryanair informa que “na sequência de 18 meses de discussões com a Portway, relativas ao contrato de Handling em Faro, não foi possível estabelecer acordo para renovar o contrato (uma vez que a Portway apresentou uma proposta que contemplava o aumento de preços para este serviço). Subsequentemente, a Portway cancelou os contratos de handling tambem em Lisboa e Porto”. A low cost reagia a um comunicado do SITAVA que alegava ser ela a responsável pelo previsível despedimento de 35% dos colaboradores da Portway.
A procura de soluções de self handling está a aumentar em Portugal. Por exemplo, a Lufthansa realiza o seu próprio pela empresa Lufthansa Ground Services Portugal.