O ano ainda agora começou mas os temas do aeroporto low cost de Lisboa, o futuro da Portela, de Beja e do Turismo de Portugal estão em jogo.

Não deixando que o assunto caia no esquecimento, a Ryanair afirma ao Jornal de Negócios a sua disponibilidade “para partilhar base da easyJet no novo aeroporto de Lisboa”. Entrar na capital é um desejo antigo, apimentado em 2011 pela presença do CEO da companhia, Michael o’Leary.

Segundo a notícia, a companhia estará a aguardar o resultado do estudo Portela + 1 e propostas para voar nessa solução… que se espera só ser conhecida no segundo semestre do ano. A concretização de um novo empreendimento levará o seu tempo. Talvez só no final da actual legislatura.

Assim sendo, siga a novela…