O mercado das "low cost" não é só de investimento e ganhos. Eis mais uma prova da sua inconsistência: a Air Scotland fechou actividades.

Em Fevereiro, a companhia aérea licenciada à Autoridade de Aeronáutica Civil grega, deixou de operar. Não foi feito nenhum comunicado e o seu sítio é agora um link vazio.

Em pouco mais de 4 meses fecharam já: FlyMe, Air Madrid, Air Scotland.

Fonte: Fly Cheapo