A companhia aérea easyJet escolheu a Áustria para firmar um acordo de forma a evitar problemas após a saída do Reino Unido da União Europeia (UE). A informação veio a público através da agência de notícias austríaca APA.

A easyJet terá em Viena um centro de trabalho com cerca de 4.000 empregados e 100 aviões. Em Londres serão controlados 6.000 empregados e 140 aviões e a partir de Zurique cerca de mil empregados e 25 aviões.