A menos de um mês do início do Inverno IATA 2012-2013, que decorre de fins de outubro a março, sabe-se que a voos sofrerá uma diminuição acentuada.

Nos aeroportos espanhóis, por exemplo, estima-se que se realizem menos 100 a 120 mil movimentos. Este valor implica a redução de 4 milhões de passageiros na operação de inverno.

O aumento de taxas aéreas em Espanha tem sido o grande argumento para redução de operações, por exemplo, da easyJet.

A crise económica europeia condiciona as operações das principais companhias. É diminuto o número de rotas novas de uma easyJet ou Ryanair para o próximo inverno. Em Portugal, não há nenhuma nova ligação anunciada para o outono e inicio de 2013.