Com o crescimento das "low cost", as empresas de caminhos-de-ferro passam do alerta para o contra ataque.

A partir de Dezembro deste ano será encetada a aliança "Railteam" que agrupará companhias ferroviárias alemãs, francesas, suíças, holandesas, austríacas, mas também o Eurostar e a sociedade Thalys, com vista a informar a opinião pública que viajar por comboio não será mais caro ou menos cómodo de que por avião de tarifas baixas.

Nas palavras de um porta-voz dos caminhos-de-ferro suíços ao Handelsblatt, "As companhias aéreas fazem acreditar que são mais rápidas e mais baratas. Queremos contrariar esta impressão".

Fonte: Diário Económico