A Ryanair está a cancelar 2100 voos em toda a sua rede durante seis semanas. Com cerca de 315.000 clientes a serem afetados, muito se tem debatido sobre o porquê desta “pausa para descanso” do pessoal de bordo. O CEO da Ryanair já veio a público admitir o erro de cálculo no planeamento de horas de trabalho. Em Portugal, a companhia irá cancelar pelo menos 300 voos.

Informação que tem vindo a público na imprensa Irlandesa, aponta para a saída de 700 pilotos no presente ano na Ryanair. A companhia desmente estar com falta destes profissionais, mas há indicações que estão a melhorar as condições financeiras aos seus profissionais, de forma a debelar a situação. No mercado da aviação, os pilotos começam a ser um bem escasso que agora veem como boa solução a procura de companhias aéreas com melhores condições.