A Ryanair divulgou hoje os resultados para o Q1, o primeiro trimestre fiscal do exercício de 2010/2011 que compreende os meses de Abril, Maio e Junho.

A companhia anuncia lucros de 138,5 milhões de euros, mais 1% do que no período homólogo. Este valor exclui 50 milhões de custos resultantes dos condicionamentos da nuvem de cinza em Abril e Maio. Na prática, como salienta a Presstur, a companhia contabiliza 93,7 milhões de euros, um decréscimo de 23,8% face ao Q1 de 2009.

A receita total aumentou 16%, para 896,8 milhões de euros. Para o mesmo período, a companhia anuncia o transporte de 18 milhões de passageiros, mais 8%, e o aumento do valor médio da tarifa em 5%.