A Ryanair registou uma quebra de 8% no lucro trimestral no ano fiscal, período em que transportou uma média de 313 mil passageiros por dia.

A Ryanair está a sofrer atrasos nos de embarque por causa do enorme volume de bagagens não-despachadas. A companhia pondera reverter a política de 2 bagagens transportadas gratuitamente por passageiros. A ideia ter voos com menos sem atrasos.