No Orçamento de Estado 2013, o Governo menciona o incentivo à criação de redes de combustíveis baixo custo.

A medida visa aumentar a comercialização de combustíveis mais baratos, com vista a atenuar a subida de preços do petróleo.

O Governo prevê estimular a criação de novas “bombas low cost” e introduzir este tipo de combustíveis em postos já existentes. Da sua proposta consta a obrigação a que cada gasolineira, por cada cinco mangueiras, tenha a oferta de uma com gasolina não aditivada.